Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
27/08/2019 | 18:37 - Amazonas / Meio Ambiente

AM. Órgãos ambientais e de segurança se reúnem para definir missão contra queimadas

Divulgação

A ação foi batizada de Operação Kuruquetê em alusão a um rio afluente do rio Purus, localizado entre Lábrea e Canutama. Diante da gravidade do problema, as autoridades da área afirmaram nesta reunião a necessidade de haver uma força-tarefa a ser coordenada pelo Exército com a finalidade de dar um combate mais efetivo e decisivo contra o que está ocorrendo.

 

Órgãos ambientais e de segurança do Amazonas avançam nas tratativas para o início da missão da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) contra as queimadas no Amazonas. Seguindo determinação do governador Wilson Lima, equipes policiais e ambientais já estão na região sul do Estado, onde se concentram os focos de calor e as queimadas, para combater o crime ambiental.

Uma reunião ocorreu nesta terça-feira (27/08), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na zona centro-sul de Manaus, para o início dos trabalhos com o apoio do Exército. A expectativa é que a GLO atue, de forma intensa, no sul do Estado, principalmente nos municípios de Humaitá, Apuí, Lábrea e Boca do Acre.

Essa área de atuação perfaz um total de 22.059,35 quilômetros, que deverão ser percorridos pelo Exército, policiais militares, Corpo de Bombeiros Militar, técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), entre outros órgãos.

A ação foi batizada de Operação Kuruquetê em alusão a um rio afluente do rio Purus, localizado entre Lábrea e Canutama. Diante da gravidade do problema, as autoridades da área afirmaram nesta reunião a necessidade de haver uma força-tarefa a ser coordenada pelo Exército com a finalidade de dar um combate mais efetivo e decisivo contra o que está ocorrendo.

Estiveram presentes na reunião representantes do Exército, Polícia Federal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Delegacia do Meio Ambiente, Sustentação e Proteção da Amazônia, Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Ipaam, Ibama, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Defesa Civil do Estado, que decidiram pela ampliação da operação que vai contemplar, inclusive, novas ações de prevenção e repressão aos delitos ambientais como os focos criminosos de incêndio.

De acordo com os organizadores da operação Kuruquetê, haverá duas bases de onde partirão as missões a serem executadas, sendo uma em Humaitá e outra em Apuí. Há possibilidade de outra base ser instalada no município de Boca do Acre, para abranger o Arco do Desflorestamento, dividido em três grandes e complexas áreas de interesse especifico do trabalho.

A operação contará com integrantes do Ipaam, policiais militares do Batalhão Ambiental, Corpo de Bombeiros e militares das Forças Armadas, além de técnicos de órgãos ambientais envolvidos na ação.  

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença