Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
08/10/2019 | 19:11 - Internacional / Mundo

EUA detiveram um milhão de imigrantes ilegais em 2019

Divulgação

"São números que nenhum sistema de imigração no mundo está preparado para lidar", disse Mark Morgan, durante uma conferência de Imprensa na Casa Branca, referindo-se a cerca de um milhão de detenções durante o ano fiscal de 2019 (entre outubro de 2018 e setembro de 2019), quando comparado com o ano fiscal de 2018.

 

O número de imigrantes ilegais detidos nas fronteiras entre o México e os Estados Unidos cresceu 88% nos últimos 12 meses, atingindo cerca de um milhão de pessoas, revelou hoje o Governo norte-americano. O número é o mais alto dos últimos 12 anos e está preocupando as autoridades.


Para o diretor do Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras, Mark Morgan, este aumento está a tornar a situação incomportável.

"São números que nenhum sistema de imigração no mundo está preparado para lidar", disse Mark Morgan, durante uma conferência de Imprensa na Casa Branca, referindo-se a cerca de um milhão de detenções durante o ano fiscal de 2019 (entre outubro de 2018 e setembro de 2019), quando comparado com o ano fiscal de 2018.

Mark Morgan afirmou, contudo, que a estratégia do Governo para travar os imigrantes ilegais está dando resultados, demonstrados na queda verificada nos últimos meses. Em setembro a guarda de fronteira dos EUA deteve 52.000 pessoas, menos 65 por centro comparando com o pico, atingido em maio.

Em maio foram detidas 144 mil pessoas, incluindo um grupo de 1.036 pessoas que atravessou a fronteira em El Paso, no Texas. O crescimento de 2019 contrasta com a tendência verificada nos quatro anos anteriores, quando se registrou um declínio constante.

O Governo do México aceitou este ano deslocar milhares de militares para procurar travar as ondas de migrantes que se deslocam para os Estados Unidos a partir da América Central, depois de ter sido ameaçado com retaliações econômicas pelo Governo norte-americano de Donald Trump. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença