Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
09/11/2020 | 18:55 - Brasil / Economia

Brasil pode deixar de ser uma das dez maiores economias do mundo

Divulgação

País corre o risco de cair para a 12° posição no ranking, neste ano, segundo dados do FMI compilados pela FGV. Seria ultrapassado por Canadá, Coreia do Sul e Rússia

Desvalorização do real perante o dólar, em 2020, faz com que a retração prevista pelo FMI passe para 28,3% - (crédito: Divulgação/eSocial)
O Brasil deve deixar de ser uma das dez maiores economias do mundo, segundo dados do Fundo Monetário Nacional (FMI), reunidos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) numa pesquisa. O levantamento, divulgado pelo Valor Econômico, aponta a diminuição do Produto Interno Bruto (PIB) e a desvalorização da moeda nacional como os motivos dessa mudança.
O Produto Interno Bruto brasileiro, em 2019, equivalia a US$ 1,8 trilhão, o que garantia ao país a nona posição no ranking. As previsões do FMI são que, em 2020, ocorra uma queda de 5,8% do PIB. A projeção é mais negativa do que a do governo brasileiro, que estimou retração de 4,7%, e que a dos bancos e consultorias locais, que especulam diminuição de 4,8%.

Outra preocupação é a desvalorização do real perante à moeda americana, em 2020, o que, na conversão do ranking para dólares, faz com que a retração prevista pelo FMI passe para 28,3%. A projeção é uma soma de riquezas de US$ 1,4 trilhão para o país, que passará a ocupar a 12° posição, após ser ultrapassado pelo Canadá, pela Coreia do Sul e pela Rússia. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2021 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença